×

Notícias


Hemoba registra mais de 150 mil voluntários à doação de sangue em 2021

Com 131.763 bolsas de sangue coletadas, a instituição teve um incremento de 27% na coleta em relação ao ano anterior.

Publicação: 1/5/22 12:14
Fonte: ASCOM Hemoba
Foto: ASCOM/Hemoba

[noticia: hemoba-registra-mais-de-150-mil-voluntarios-a-doacao-de-sangue-em-2021] Hemocentro Coordenador - WhatsApp Image 2021-08-10 at 17.24.55.jpeg Hemocentro Coordenador


Um total de 150.074 baianos dispostos a salvar vidas. Este foi o número de voluntários à doação de sangue, mobilizados pela Fundação Hemoba em 2021. Com 113.763 bolsas de sangue coletadas, a instituição teve um incremento de 10% na coleta em relação ao ano anterior. 

"2021 sem dúvidas foi uma ano difícil para todos, pois continuamos enfrentando uma crise sanitária, contudo fechamos o ano com saldo positivo e aos poucos estamos recuperando o cenário que tínhamos antes da pandemia", pontua Fernando Araújo, diretora-geral da  Hemoba

No início de 2020 houve uma queda significativa no número de candidatos à doação de sangue nas 29 unidades de coleta da Hemoba na Bahia, o déficit chegou a 40% no número de doações. Ainda assim, a Hemoba fechou o ano com 135.191 voluntários à doação e coletou 103.039 bolsas de sangue.

Apesar da recuperação do número de doadores em 2021, a direção da Hemoba alerta para a necessidade das doações regulares de sangue. "Das mais de 130 mil bolsas coletadas em 2021, apenas 12.396 são de doadores de repetição, ou seja, de pessoas que comparecem periodicamente para realizar de 3 a 4 doações ao ano. Precisamos ampliar esse número de doadores fidelizados para que possamos atender às demandas transfusionais do nosso ambulatório e das mais de 409 unidades de saúde da rede SUS e conveniados".

Além do aumento nas doações de sangue total, houve um crescimento nas doações de plaquetas por aférese, um processo que permite a separação e a coleta específica das plaquetas. Foram 720 doações em 2021, enquanto em 2020 o total de doações foi de 544. Com este resultado, a instituição conseguiu produzir 297.352 hemocomponentes.

Para Fernando Araújo, o resultado alcançado deve-se aos esforços nas ações e projetos da Hemoba para atrair novos doadores e manter os fidelizados, e também ao avanço da vacinação, que reflete na retomada das atividades durante a pandemia, “as campanhas realizadas surtiram efeito positivo e à medida que as pessoas vão se vacinando, aos poucos estão voltando a  rotina, quem é doador já se sente mais seguro em sair de casa e realizar a doação de sangue.“ completa.

Em 2021 a Fundação realizou diversos projetos e campanhas de incentivo a doação de sangue com repercussão nacional, como o lançamento do jingle “A vida segue” interpretado pelo cantor Saulo Fernandes, além de campanhas com os artistas baianos Ivan Mesquita, Cicinho de Assis, Dell Feliz, Edd Bala e Xanddy. 

A parceria com a Secretaria de Administração do Estado da Bahia (SAEB) implementou o projeto 'SAC Digital' para agendamento das doações através do site e aplicativo do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).

Além de manter as coletas itinerantes com as unidades móveis e duas unidades de coleta nos centros comerciais Salvador Shopping e Salvador Norte Shopping, que representaram 12.316 doações de sangue, a Hemoba ampliou a capacidade de coleta com a inauguração de duas novas unidades, uma no Hopsital Ana Nery, em Salvador, e outra em Feira de Santana.

Atendimento Ambulatorial

Além da coleta de sangue e cadastro de medula óssea, a Fundação Hemoba atende pessoas com doenças benignas do sangue, como a doença falciforme, a hemofilia e outras condições crônicas de saúde. Os atendimentos clínicos e transfusões foram mantidos mesmo com a pandemia, e em 2021 foram realizados mais de 99 mil atendimentos, cerca de 8% a mais do que em 2020, que teve a média de 92 mil procedimentos realizados.

Ascom Hemoba